Amazon garante que em uma década você poderá conversar com seu cão

Nos últimos anos, foram inventadas muitas coisas que têm a ver com os nossos animais de estimação. Por isso, os avanços levaram a Amazon a assegurar que, em aproximadamente dez anos, você poderá conversar com seu cão. Você acredita?

A seguir contaremos a você mais a respeito disso.

Quanto à possibilidade de poder falar com os nossos cães, são muitos os céticos, porém, recentemente parece que surgiram provas consolidadas de que isso pode se tornar uma realidade.

Conversar com seu cão, será possível?

Já falamos em outras ocasiões sobre os tradutores de latidos, mas isto vai além. Segundo alguns estudos a respeito, acredita-se que é possível criar uma máquina que não só interpreta o que o seu cão diz ao latir, mas que, também, transforma o latido em uma frase da fala humana.

Imagine a possibilidade de conversar com seu cão. Se isso se tornar real, será um grande salto na comunicação com os nossos cães, ainda que muitos acreditem que não será possível.

Cachorro latindo

Por um lado, há estudos e investigações científicas que asseguram que isso poderá se tornar realidade em um prazo máximo de dez anos.

Já outros acreditam que os latidos dos cães não podem ser traduzidos para a linguagem humana.

Quem terá razão? Nós desejamos que os primeiros, mas ainda assim teremos que esperar para ver os resultados.

E os gatos? O que acontece com eles?

Apesar de ser uma inteligência artificial, por enquanto as pesquisas só estão focadas em cães. Não funcionará com gatos ou outros tipos de animais de estimação. Na verdade, acredita-se que os gatos não têm uma capacidade de linguagem tão desenvolvida como os cães.

Porém, já existem diversos tradutores felinos que, ainda que não transformem miados em frases, conseguem decifrar o que o seu gato quer em casa quando ele mia.

Apesar do ceticismo de muitos, confiamos que os grandes avanços feitos pela ciência conseguirão dar vida a este invento que, certamente, será um enorme passo em nossa convivência com os nossos animais de estimação.

Outros inventos revolucionários sobre animais

São muitos os inventos em torno dos cães que podem melhorar a vida deles e nossa convivência com eles. Hoje, queremos relembrar alguns.

  • Inupathy. Trata-se de um peitoral que permite saber o que seu cão sente. Entre pessoas é fácil reconhecer sentimentos, pois temos o dom da fala. Mas como saber o que o seu cão sente? Pois com esta inovação que traduz a frequência cardíaca do cão em emoções, será possível.
  • smartphone para cães. Também com a aparência de uma coleira, este invento permitirá a você saber onde está o seu cão e o que ele faz a cada momento. Além disso, você poderá treiná-lo para que ele atenda ao seu telefonema através do celular.
  • No more woof. “Não mais latidos” (em português) é uma invenção que o cão levará em sua cabeça e que mede os sinais elétricos do cérebro. Ao que parece, estes sinais vão para uma placa que transforma os sinais em idioma humano, em diferentes línguas. Não é algo tão inovador e detalhista como a invenção que tratamos nesse artigo, mas é, sem dúvida, muito útil.
  • Posting Tail. Este é um dispositivo que permite ao dono medir o grau de felicidade de seu cachorro. Tem um sensor que detecta os diferentes movimentos do rabo de seu cão e depois o traduz em graus de felicidade. Também possui uma câmera integrada que grava os momentos mais felizes de nossos animais de estimação e que, depois, poderão ser compartilhados facilmente nas redes sociais.
  • Console de game. Quando os cães passam muito tempo sozinhos em casa, nos preocupamos em saber como estão ou se se entediaram demais. Pois bem, já existe um console de game que eles ativam com suas patas. Dentro há comida sob uma pequena abertura, que abrirá quando o animal for capaz de bater com suas patas nas luzes que se acendem.

Invenções não faltam. Estamos ansiosos para que cheguem muitos deles e que ajudem os nossos cães a serem mais felizes e a nos entendermos melhor um com o outro. A Amazon não será a primeira e nem a última a promover a comercialização de artigos de linguagem canina e tudo o que resulta disso.

Por último, queremos perguntar a você: agora você consegue imaginar como seria uma conversar com seu cão?

Fonte: Meus Animais.

Deixe um comentário