Ar-condicionado faz mal para a saúde dos cães?

Épocas com temperaturas elevadas pedem medidas preventivas, uma vez que o sol pode causar diversos problemas de saúde. Por esta razão, é indicado que as pessoas se mantenham hidratadas, protejam a pele contra os raios solares, usem óculos solares e reforcem a proteção usando chapéus, bonés ou guarda-sol. Mas, da mesma forma como as pessoas precisam de proteção durante as estações mais quentes, os tutores também devem ter atenção com os cuidados para os pets.

Isto porque, durante os dias quentes os cães podem sofrer com o calor podendo desencadear desidratação, problemas de pele, queimaduras e, em casos mais severos, com a hipertermia. Além disso, é nesta época do ano que o número de parasitas aumenta, o que consequentemente acarreta em uma elevada taxa de animais com doenças relacionadas aos ectoparasitas, a exemplo de pulgas e carrapatos.

Diante de tal cenário provocado pelo clima quente, é importante tomar iniciativas para garantir uma melhor qualidade de vida para os cães. Entre estas medidas está a de climatizar os ambientes frequentados pelos animais com ar-condicionado ou ventilador, deixando os cachorros aproveitarem de locais arejados e frescos, conforme aconselha a veterinária Ceres Faraco, em entrevista ao site Zero Hora.

Nos dias quentes é importante tomar iniciativas para garantir uma melhor qualidade de vida para os cães

Além do ar-condicionado, outras medidas podem ser adotadas para aliviar o calor dos pets (Foto: depositphotos)

Ar-condicionado pode prejudicar a saúde do cachorro?

“É importante manter o ambiente climatizado para o animal não sofrer tanto com o calor”, explica a especialista para o Zero Hora. Para isso a veterinária recomenda o uso do ar-condicionado ou de ventilador para deixar o lugar mais fresco para o cachorro. Ainda segundo Ceres, estes aparelhos são uma boa alternativa para o animal, pois melhoram o clima dos ambientes.

O ar-condicionado também é uma boa dica para quem anda com o cachorro no carro, isto porque os automóveis costumam ficar ainda mais quentes quando as janelas estão fechadas. Portanto, é ideal acionar este aparelho do carro e assim criar um ambiente mais agradável para o animal.

Outras medidas para proteger o cachorro do calor

  • Tapetes térmicos;
  • Panos úmidos;
  • Disponibilizar água fresca para o animal durante todo o dia;
  • Proteger a ração do sol, pois ela pode ficar contaminada;
  • Fazer tosas periódicas em animais que necessitam;
  • Os passeios devem ser feitos durante o final da tarde, quando o sol está menos intenso.

Fonte: Clube para Cachorros.

Deixe um comentário