Cadela acolhe marreco órfão e animais se tornam melhores amigos

Quando levou um marreco órfão para sua casa, o senhor Antônio Villas achou que não daria muito certo por conta de sua cadela Paloma, uma mistura de Pit Bull com outra raça que na época tinha cerca de três anos.

O homem, que pensou em dar o marreco para outra pessoa, logo se surpreendeu com a forma com a qual Paloma acolheu o filhote, que é de uma espécie totalmente diferente do cão.

Paloma parecia sentir que aquele animal, que tinha apenas três dias de vida e já havia perdido sua mãe, precisava de ajuda e amor. E assim, ao ver os animais se darem tão bem foi que o senhor Antônio resolveu ficar com o marreco, que recebeu o nome de Patolino.

cadela-acolhe-marreco-orfao-e-os-animais-se-tornam-melhores-amigos

Paloma e Patolino são inseparáveis e adoram passear juntos. (Foto: Reprodução / Diário da Região)

“Eu levei o marreco para casa logo depois que nasceu e a mãe dele morreu. Eu ia dar, mas a Paloma acolheu ele e não deixou”, conta o tutor dos animais.

Hoje, quase dois anos depois, Paloma e Patolino são melhores amigos e inseparáveis. Os animais podem ser vistos passeando juntos todos os fins de tarde ou começos de manhã pela região central de Barretos.

De acordo com o senhor Antônio, a amizade entre o cão e o marreco chama a atenção das pessoas na rua, que sempre ficam olhando, às vezes até sem entender.

“Tenho costume de levá-los na grama para brincar ou até mesmo andar com eles soltos pela calçada, aí o pessoal passa de carro e brinca, as crianças adoram”, conta o homem.

Fonte: Diário da Região

Deixe um comentário