Cão que seria sacrificado se torna o primeiro Pit Bull policial de Ohio

Normalmente, em alguns abrigos, quando um cão resgatado é rotulado como “problemático” e passa algum tempo no local sem despertar o interesse de nenhum adotante, ele acaba sendo sacrificado.

Era exatamente isso o que estava previsto para acontecer com Leonard, um cachorro da raça Pit Bull de cerca de um ano de idade.

Após ser resgatado e chegar ao abrigo, os funcionários do local perceberam que o animal tinha um espírito de caça muito forte e sempre queria tudo o que as pessoas que estavam próximas pegavam. E daí ele passou a ser rotulado com um “cão problemático”.

Porém, o que para umas pessoas parecia ser um problema, para outras era visto como qualidade, era tudo o que precisavam.

cao-que-seria-sacrificado-se-torna-o-primeiro-pit-bull-policial

Visto como problemático por algumas pessoas, para outras o foco que o cão tinha era perfeito para que ele se tornasse um cão policial. (Foto: Reprodução / UOL / WTOL 11)

Ao invés de “problemas”, o diretor do abrigo em Marysville, Ohio, Jim Alloway, responsável também por treinar cães policiais por 20 anos, viu no cachorro Leonard muito potencial.

“Se você joga uma bola na mata e o cachorro não vê onde ela foi parar, das duas uma, ou ele fica lá até encontrar ou desiste. Leonard fica até você ter de arrastá-lo de volta para casa”, contou Jim à CBS News.

Para Jim, o foco de Leonard era perfeito para que ele se tornasse um cão policial.

Hoje, após passar por um treinamento intenso, Leonard se tornou o primeiro Pit Bull policial do Estado de Ohio, nos Estados Unidos. O cão vai trabalhar como “detetive” no departamento de narcóticos e ajudar na guerra contra as drogas em Ohio.

Fonte: UOL Notícias

Deixe um comentário