O que é o pedigree do cachorro?

A palavra pedigree deriva do francês: Pied de grue. Este termo era usado para se referir às marcas retas que deixavam os primeiros criadores de cavalos ingleses. Dentro da árvore genealógica dos equinos, essa senha indicava que os exemplares eram puros.

Atualmente, conhecemos por pedigree o documento outorgado ao indivíduo que deseja certificar que algum animal tem procedência ou origem pura.

Na sequência, vamos lhe contar para que serve o pedigree do cachorro e como consegui-lo.

O que é o pedigree?

O pedigree é um documento emitido por um órgão oficial para certificar que um animal doméstico – como o cachorro ou o gato – pertence a certa raça e que, portanto, sua linhagem é pura.

Vale destacar que o pedigree é um estudo utilizado há séculos como método de seleção e garantia sobre a pureza na criação de algumas espécies animais.

Desde o início do século 20, o pedigree também se aplica às análises genealógicas nos âmbitos da medicina e da engenharia genética.

Filhotinhos de cachorro num balde de plástico

 

O diagrama do pedigree é um gráfico no qual se detalha, através de alguns sinais, a aparição de um fenótipo dentro da história natural de uma família. O diagrama compreende pelo menos três ou quatro gerações, mas espera-se que haja mais ascendentes rastreáveis.

Os símbolos básicos dentro desta árvore genealógica são:

  • Quadrados (para os machos): vazios ou pintados;
  • Círculos (para as fêmeas): pintados ou não.

As gerações sucessivas são representadas com linhas verticais e um número romano. O I é a camada mais antiga da qual se tem informação. Além disso, os cruzamentos são detalhados com linhas horizontais e com uma linha diagonal para o animal que já faleceu.

Como se obtém o pedigree de um animal?

Esse documento, onde se detalha a genealogia do animal, reconhece-o como pertencente a determinada raça, que se destaca, por sua vez, por sua beleza ou originalidade. Para obter um certificado de pedigree, é necessário provar a pureza de várias gerações.

Apenas os animais cuja ascendência é conhecida têm direito a um documento assim.
Do contrário, pode-se iniciar o registro da cadeia de ascendência e conseguir
um registro de pureza junto ao órgão oficial.

Por exemplo, os filhotes deste animal poderão ter um certificado genealógico, que NÃO é igual a um pedigree. Quando pelo menos três novas gerações forem registradas (isso varia para cada espécie), pode-se então dizer que os exemplares são puros.

Posso conseguir o pedigree do cachorro?

Para muitos, ter um animal de estimação com pedigree é sinônimo de ter uma espécie de troféu. Inclusive, isso pode ser motivo de orgulho para a família. Quando esse certificado começou a ser entregue, acreditava-se que assim se outorgava um documento que indicava que o cachorro era “ideal”, ou estava dentro dos parâmetros esperados para tal raça.

A evolução das raças caninas e de sua morfologia foi distorcida ao longo do tempo. Por isso, os Bull Terrier Ingleses de um século atrás não são iguais aos de hoje, por exemplo. As características são fixadas por diferentes federações de cães. Essas são as responsáveis por outorgar o documento que avalize o pedigree do cachorro.

Cão da raça Bull Terrier Inglês correndo na praia

Todas as informações sobre a genealogia do animal devem estar registradas em um livro especial, como ponto de partida. Em alguns casos, pede-se uma mostra de DNA do animal para ser analisado, para que se determine se ele é 100% puro. Se o pedigree for comprovado, emite-se um certificado oficial.

Agora, é importante ter um cachorro com pedigree? Tudo depende de vários fatores. Entre as vantagens de contar com este documento, estão:

  • Conseguir que seu animal de estimação possa participar de um concurso de beleza ou de morfologia canina (onde este requisito é indispensável para a inscrição);
  • Poder cruzá-lo com outro animal que também tenha o pedigree para comercializar os filhotes (isso pode ser algo bom ou não, dependendo de como tratar os animais, ou se você só os tem para cria).

Já que alguns criadores cruzam cachorros da mesma família para garantir o pedigree, comprar um cachorro com esse certificado pode ser sinônimo de mutações genéticas ou problemas de saúde no animal. Nesse sentido, podemos comprovar que a “perfeição” não é necessariamente o ideal em que já se acreditou um dia.

Fonte: Meus Animais.

Deixe um comentário